O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Libertação: 4 de Novembro de 2011

Devolução à natureza de 1 camaleão-comum (Chamaeleo chamaeleon)
Quinta de Marim, Olhão

 
No dia 3 de Novembro, um vigilante da natureza do Parque Natural do Vale do Guadiana entregou no RIAS um camaleão após ter sido recolhido em Évora, com suspeitas de cativeiro ilegal. A suspeita deveu-se ao facto de, na Península Ibérica, a área de ocorrência natural desta espécie estar confinada ao sul do território.


Após ter chegado ao centro, o camaleão foi examinado pela equipa veterinária que verificou que, além de não apresentar nenhum tipo de lesão, apresentava uma excelente condição física.


Apesar de não ter nenhum tipo de consicionante física à sua libertação, a equipa do centro decidiu manter o camaleão para determinar se o animal conseguia alimentar-se sozinho. No dia seguinte os técnicos do centro procederam à sua devolução na Quinta de Marim, local priviligiado para a ocorrência desta espécie.



1 comentário:

Anónimo disse...

Aparz-me deveras ler noticias como esta. Este tipo de atitude e iniciativa deveriam ocorrer com bastante mais frequência. Creio que devêssemos ser mais conscientes e responsáveis pelo equilibrio do nosso ecosistema e da Natureza mãe que tão bem nos acolhe.
F. Leite