O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Libertação: 7 de Setembro de 2011

Devolução à natureza de 3 camaleões-comuns (Chamaeleo chamaeleon)Quinta de Marim, Olhão

No dia 7 de Setembro foram entregues pelos vigilantes do Parque Natural da Ria Formosa 3 camaleões-comuns apreendidos no dia 17 de Agosto em Ílhavo (Aveiro) por vigilantes da Natureza da Reserva Natural das Dunas de São Jacinto. Os animais encontravam-se ilegalmente à venda numa feira.

Após exame clínico verificou-se que nenhum dos animais se encontrava ferido. Deste modo depois de uma alimentação cuidada e hidratação os animais foram devolvidos à natureza pelos técnicos e voluntários do centro na Quinta de Marim.





A captura e posse de animais selvagens autóctones são actos ilegais, e como tal, devem ser denunciadas às autoridades. O cativeiro e venda ilegal de animais selvagens é um grande problema de conservação mundial. Actualmente encontra-se como a terceira actividade ilegal que mais dinheiro movimenta, atrás do tráfico de drogas e de armas.

Em alguns centros de recuperação, esta é uma das principais causas de ingresso de animais selvagens, principalmente devido ao elevado número de Passeriformes apreendidos pelas autoridades, sendo de destacar a importante actuação do SEPNA/GNR e dos Vigilantes da Natureza das áreas protegidas.

Saiba mais sobre esta problemática aqui.

Sem comentários: