O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sábado, 20 de agosto de 2011

Libertação: 18 de Agosto de 2011

Devolução à Natureza de 1 abelharuco (Merops apiaster) e de 1 andorinhão-pálido (Apus pallidus)
Quinta de Marim, Olhão

 
Uma cria de andorinhão-pálido e um abelharuco deram entrada no RIAS nos dias 3 e 12 de Agosto, respectivamente, ambos recolhidos por particulares. O andorinhão foi entregue no centro, com suspeita de queda de ninho, pelo particular que o encontrou e o abelharuco foi inicialmente entregue na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e de Vila Real de Santo António, bastante débil, e acabou por ser entregue no RIAS por um vigilante da natureza.
 
Visto que o andorinhão não apresentava nenhum tipo de lesão, a sua recuperação consistiu em alimentação regular e adequada à espécie e, após o crescimento das penas, realizaram-se treinos de voo. Uma vez que o abelharuco se encontrava muito fraco, o seu processo de recuperação consistiu em alimentação adequada à espécie e hidratação.
 
Após se verificarem todas as condições, ambos os animais foram libertados na Quinta de Marim pelos técnicos e voluntários do RIAS.
 




1 comentário:

Sara Palhinha disse...

Que bom :) Bom trabalho!