O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Libertação: 02 de Agosto de 2011

Devolução à natureza de 2 águias-de-asa-redonda (Buteo buteo)
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, Aljezur


Uma das águias-de-asa-redonda chegou ao RIAS ainda cria, tendo sido recolhida após cair do ninho. Foi encaminhada para o centro por vigilantes da natureza do Parque Natural do Vale do Guadiana em Maio de 2010. Tratando-se de uma cria, o seu processo de recuperação consistiu em alimentação adequada e treinos de voo e caça. Apresentava ainda as penas bastante partidas pelo que foi necessário aguardar pela muda completa das penas de voo.

A outra águia foi entregue no RIAS também por vigilantes da natureza do Parque Natural do Vale do Guadiana em Junho de 2010. Encontrava-se em cativeiro ilegal e apresentava, para além das penas partidas, algumas feridas na asa direita e na pata esquerda. O seu processo de recuperação consistiu em tratamento das feridas, alimentação adequada, treinos de voo e caça e contacto com outros indivíduos da mesma espécie, de forma a readquirir comportamentos naturais para esta espécie. 

Esta acção foi organizada pelo Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, com o apoio do Parque Natural da Ria Formosa e do RIAS.



Sem comentários: