O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sábado, 23 de julho de 2011

Libertação: 21 de Julho de 2011

Devolução à natureza de 1 caimão (Porphyrio porphyrio)
Parque Ambiental de Vilamoura, Loulé


Este animal ingressou no RIAS mediante um particular que o encontrou, recolheu e o entregou directamente no centro.

A ave encontrava-se na marina de Vilamoura e coxeava de uma das patas.
Foi realizado um exame clínico e constatou-se que, para além de uma ligeira desidratação, a pata lesionada encontrava-se um pouco inflamada.

O tratamento consistiu em anti-inflamatório, alimentação adequada e descanso. Posteriormente a ave foi transferida para uma câmara de recuperação de maiores dimensões, onde lhe foi possível realizar exercicios de voo.

Finalizado o seu processo de recuperação, a ave foi devolvida à natureza por um representante do Parque Natural da Ria Formosa/ICNB, que o baptizou de Moura.

Estiveram ainda presentes representantes da Marina de Vilamoura e técnicos do RIAS.

É ainda de salientar que esta espécie possui um estatuto de conservação vulnerável e é actualmente o simbolo do Parque Natural da Ria Formosa.


Sem comentários: