O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Libertação: 31 de Maio de 2011

Devolução à natureza de 2 Abutres-pretos (Aegypius monachus)

O RIAS, em colaboração com o CERASdevolveu à natureza dois Abutres-pretos que se encontravam em recuperação no centro desde o final de 2010.
Um dos abutres foi encontrado nos arredores de Mértola e o outro em Alvor. Ambos ingressaram no RIAS por se encontrarem magros e debilitados devido à dificuldade de encontrarem alimento durante a sua dispersão.


O seu processo de recuperação consistiu em alimentação indicada para necrófagos, de modo a aumentar o seu peso, e posteriormente em treinos e exercícios de voo, num túnel de voo com 50 metros de comprimento.

Depois de apresentarem uma boa condição corporal e estarem aptos a voar, foram libertados perto de Castelo Branco por funcionários e colaboradores do CERAS e do RIAS e na presença de um Vigilante da Natureza do ICNB. Foram baptizados de "Inuaf" e "Moldo".



Ambas as aves foram marcadas com anilhas PVC e marcas alares no seguimento de um projecto importantíssimo de estudo de aves necrófagas desenvolvido pelo CERAS. Esta marcação permite a visualização e identificação destas aves a longo alcance, possibilitando o acompanhamento do seu  comportamento e deslocações.


Esta espécie tem como estatuto de conservação "Criticamente em Perigo", sendo uma das aves mais raras da Europa, tanto que em 2011 apenas se verificaram 3 tentativas de nidificação em Portugal, sendo que somente uma foi bem sucedida. Por esta mesma razão, foi tão importante a sua marcação.
Agradecemos desde já a colaboração do INUAF que apadrinhou os abutres, a ajuda do CERAS no transporte e marcação dos mesmos e ainda a presença de um representante do ICNB.

Sem comentários: