O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

domingo, 10 de abril de 2011

Poesias do RIAS - Coruja-do-mato

Coruja-do-mato

Defende com garra o seu território,
O seu grande olho negro é notório.
O silêncio é a sua imagem de marca,
E consideração a sua imagem abarca.

Nas árvores gosta de pôr o ninho,
Faz uns voos curvos e outros rectos.
Mas acaba por ser mesmo de mansinho
Que caça alguns mamíferos e insectos.

De: Mauro Hilário

Fotografia de Marta Santos

1 comentário:

CERVAS disse...

O Mauro a espalhar magia... é de valor!!!!