O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

As aves das Salinas da Ria Formosa

No passado dia 3 de Outubro o RIAS realizou uma saída de campo para observação de aves no Parque Natural da Ria Formosa, acção esta inserida no Fim-de-semana Europeu de Observação de Aves.

Esta visita foi guiada por Thijs Valkenburg e Fábia Azevedo e decorreu nas salinas da Fuseta, onde estiveram presentes 20 participantes.



Foram observadas 40 espécies diferentes nomeadamente:

  • Corvo-marinho (Phalacrocorax carbo)
  • Carraceiro (Bubulcus ibis)
  • Garça-branca (Egretta garzetta)
  • Garça-real (Ardea cinerea)
  • Cegonha-branca (Ciconia ciconia)
  • Colhereiro (Platalea leucorodia)
  • Pato-real (Anas platyrhynchos)
  • Pernilongo (Himantopus himantopus)
  • Alfaiate (Recurvirostra avosetta)
  • Borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula)
  • Borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus)
  • Tarambola-cinzenta (Pluvialis squatarola)
  • Seixoeira (Calidris canutus)
  • Pilrito-das-praias (Calidris alba)
  • Pilrito-pequeno (Calidris minuta)
  • Pilrito-de-peito-preto (Calidris alpina)
  • Milherango (Limosa limosa)
  • Fuselo (Limosa lapponica)
  • Maçarico-galego (Numenius phaeopus)
  • Maçarico-real (Numenius arquata)
  • Perna-vermelha (Tringa totanus)
  • Perna-verde (Tringa nebularia)
  • Rola-do-mar (Arenaria interpres)
  • Gaivota-de-cabeça-preta (Larus melanocephalus)
  • Guincho (Chroicocephalus ridibundus)
  • Gaivota-d’asa-escura (Larus fuscus)
  • Gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
  • Garajau-grande (Sterna caspia)
  • Mocho-galego (Athene noctua)
  • Guarda-rios (Alcedo atthis)
  • Cotovia-de-poupa (Galerida cristata)
  • Andorinha-das-barreiras (Riparia riparia)
  • Andorinha-das-chaminés (Hirundo rustica)
  • Andorinha-dos-beirais (Delichon urbica)
  • Alvéola-amarela (Motacilla flava)
  • Fuinha-dos-juncos (Cisticola juncidis)
  • Toutinegra-dos-valados (Sylvia melanocephala)
  • Felosa-musical (Phylloscopus trochilus)
  • Pardal (Passer domesticus)
  • Gaivota de bico fino (Larus genei)

No final da visita os participantes tiveram a oportunidade de assistir à devolução à Natureza de um Borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula) que esteve em recuperação no RIAS. Esta ave foi encontrada por um particular que o recolheu e entregou no centro. Encontrava-se muito debilitada pelo que o processo de recuperação consistiu em administração de fluídos, alimentação adequada e descanso. Foi baptizada Martim.

video

1 comentário:

assunção calé disse...

Acabámos de ver as imagens da libertação do Martim.
Foi um momento inesquecível.
Também tenho algumas fotos que vos enviarei por e.mail. Obrigada pela vossa dedicação. Um abraço.
Assunção, José, Gustavo e Guilherme Calé