O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Libertação: 31 de Julho de 2010





Libertação de um Peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus), uma Gaivota-de-asas-escuras (Larus fuscus) e uma Gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)



10h00 - Quinta de Marim, Quelfes - Olhão
Ponto de encontro: RIAS

A gaivota-de-patas-amarelas, um juvenil, foi recolhida por um particular e entregue no RIAS pelo SEPNA de Portimão. Não apresentava lesões e o processo de recuperação consistiu em alimentação, crescimento da plumagem de voo, contacto com outras gaivotas e treinos de voo. A gaivota-de-asas-escuras, também juvenil, estava doente e desnutrida e foi recolhida pelo SEPNA de Faro. O processo de recuperação consistiu em medicação,









alimentação, crescimento da plumagem de voo, contacto com outras gaivotas e treinos de voo. O peneireiro juvenil foi recolhido após ter caído do ninho e entregue no RIAS pelo Vigilante da Natureza do PNRF. O processo de recuperação consistiu em











alimentação, crescimento da plumagem de voo, contacto com outros peneireiros e treinos de voo e caça.






















Esta acção foi desenvolvida em colaboração com





a Câmara Municipal de Olhão, a Associação Almargem e o PNRF e estava inserida nas comemorações do Dia Nacional da Conservação da Natureza, marcando o início das várias actividades do dia 31 de Julho. As gaivotas foram baptizadas de "Nervosa" e "Excitada" e o peneireiro de "Alminhas".


video

Sem comentários: