O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Libertações: 17 de Abril de 2010

Libertação de 2 Gaivotas-de-asas-escuras (Larus fuscus) e 3 Gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
11h00 - Cabanas de Tavira (doca)

Estas aves foram encontradas por particulares e por elementos do SEPNA e entregues no RIAS para recuperação. Apresentavam-se bastante debilitadas tendo o processo de recuperação incluído alimentação e hidratação, contacto com outros indivíduos das mesmas espécies e treinos de voo.

Esta acção foi realizada em parceria com a Associação "Uma Porta Amiga". Estiveram presentes 8 jovens desta associação, acompanhados por duas técnicas, que libertaram e baptizaram as cinco aves: Pipoca, Pipita, Amiga, Fugitiva e 100% Olhanense.

video


Libertação de uma Coruja-das-torres (Tyto alba)
19h00 - Quelfes - Olhão (Quinta de Marim, PNRF)

Esta ave foi encontrada na cidade de Olhão, debilitada, e entregue no RIAS por elementos do SEPNA de Faro. O processo de recuperação incluiu alimentação, hidratação e treinos de voo e caça pelo que esta coruja se encontrava apta para ser devolvida à natureza num local adequado à sua espécie.

A ave foi libertada na Quinta de Marim, na presença de cerca de 15 escuteiros (marinheiros, companheiros e dirigentes) do agrupamento 413 - Ferragudo, entre outros particulares. Foi baptizada de "Floco de Neve" pelo dirigente que a devolveu à Natureza.

video

Sem comentários: