O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Libertação: 2 de Dezembro de 2009

Libertação de 7 grifos (Gyps fulvus)
2 de Dezembro de 2009
14h00, Serra de Alcaria Ruiva (Mértola)

Estas aves foram recolhidas por equipas SEPNA da GNR e por Vigilantes da Natureza das áreas protegidas, por se apresentarem debilitadas e desnutridas. Foram encontradas por particulares em Tavira, Loulé, Vilamoura, Faro e no Parque Natural do Vale do Guadiana e encaminhadas pelas referidas entidades para o RIAS. Neste centro, sofreram um processo de recuperação que consistiu em alimentação e hidratação, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo (no túnel de voo deste centro) e encontravam-se agora aptas para ser devolvidas ao seu habitat natural, num local adequado à espécie.


(Fotografias de Vitor Azevedo)

Esta acção contou com a presença de cerca de 15 pessoas, entre colaboradores do RIAS, representantes do Parque Natural da Ria Formosa e do Parque Natural do Vale do Guadiana e equipa de reportagem da TVI (ver reportagem aqui, aos 10:06).
As aves libertadas foram baptizadas de "Moscovo", "Zeca", "Mértola", "Holandês", "Português Porra", "RIAS" e "Galileu".

Sem comentários: