O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

domingo, 29 de novembro de 2009

1ª Libertação de um animal recuperado no RIAS: 29 de Novembro de 2009

O RIAS tem como principal função receber e proceder ao tratamento de animais selvagens autóctones feridos ou debilitados e, sempre que possível, devolvê-los ao seu habitat natural.

Estes momentos de libertação de animais recuperados são assim o agradável culminar de um processo de recuperação muitas vezes moroso, sendo então momentos privilegiados para contacto com as populações locais, de modo a dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos centros de recuperação de fauna selvagem e também as espécies que ocorrem no nosso país.

Deste modo, o RIAS realizou a 1ª acção de educação ambiental associada ao momento de devolução à Natureza de um animal recuperado neste centro após a concessão da sua gestão à Associação ALDEIA.

Libertação de uma coruja-das-torres (Tyto alba)
29 de Novembro de 2009, Domingo
17h00, Casa do Povo do Concelho de Olhão - Moncarapacho

(Fotografias de Thijs Valkenburg)

Este evento iniciou-se pelas 17h00 com uma breve apresentação do RIAS e de algumas características da Coruja-das-torres (Tyto alba), tendo sido realizada a libertação pelas 17h30. Ambas as acções decorreram na Casa do Povo do Concelho de Olhão, em Moncarapacho, entidade que tem apoiado activamente o RIAS e que colaborou na organização desta actividade. Esta ave foi baptizada de "Povo" pelo Sr. Joaquim Fernandes, presidente da Casa do Povo e convidado a realizar esta libertação.

Sem comentários: