O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

BOAS FESTAS!!


O RIAS deseja a todos os seus amigos e colaboradores um Feliz Natal e um Próspero 2010!

Voluntariado RIAS - conclusão das novas salas do centro

Graças aos voluntários do RIAS foi possível a criação de três novas estruturas no centro: um biotério, uma sala de necrópsias e uma clínica. Estas estruturas permitirão um melhor e mais eficiente funcionamento do centro.


Clínica


Sala de necrópsias



Biotério



A todos os voluntários que colaboraram na criação destas estruturas um MUITO OBRIGADO!

Tintas Kar apoia o RIAS


O RIAS agradece à Tintas Kar a oferta de tinta para a conclusão das obras no centro.

Obrigado pela simpatia e rapidez!

Voluntariado RIAS: Colocação de pavimento nas novas salas do centro

O RIAS agradece a Rico van Eck, Jan Valkenburg e Thijs Valkenburg a ajuda na colocação de pavimento das novas salas criadas no centro.






Após um fim-de-semana bastante trabalhoso concluímos assim mais uma tarefa de voluntariado no RIAS.

Muito obrigado pelo empenho e boa disposição!

Cipriano & Antunes S.A. apoia o RIAS



O RIAS agradece à empresa Cipriano & Antunes S.A. a oferta de cola para pavimento que nos permitiu concluir as obras das novas salas do centro.

Muito obrigado!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Libertação: 15 de Dezembro de 2009

Libertação de 3 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 2 gaivotas-de-asas-escuras (Larus fuscus)
15 de Dezembro de 2009, 3ª feira
14h30, Salinas de Olhão

As várias gaivotas foram recolhidas por particulares, equipas do SEPNA/GNR e Vigilantes do PNRF e entregues no RIAS por se apresentarem debilitadas e/ou feridas. Foram sujeitas a um processo de recuperação que consistiu em medicação, resolução das lesões, contacto com outras gaivotas e treinos de voo.
Foram devolvidas à Natureza numa actividade que contou com a colaboração da Ecoteca de Olhão.
Esta acção contou com a presença de cerca de 40 alunos do 8º ano e professores da Escola E.B. 2,3 Dr. Alberto Iria, de Olhão, e foi antecedida por uma breve palestra explicativa sobre as diferenças entre as várias espécies de gaivotas e sobre o trabalho desenvolvido no RIAS.


As aves foram baptizadas de Escadote, Costa, Asae, Inimigo e Américo.

VIII Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres

A Associação ALDEIA e o RIAS realizaram no passado fim de semana (11 a 13 de Dezembro) a 8ª edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres.

Esta actividade, realizada nas instalações do PNRF e do RIAS, na Quinta do Marim (Olhão), contou com a presença de cerca de 40 participantes. Com um programa dividido em componentes teórica e prática, esta formação contou ainda com uma visita às instalações do RIAS e uma acção de devolução à Natureza de 5 gaivotas recuperadas no RIAS: Larus fuscus, Larus michahellis (2), Larus ridibundus e Larus melanocephalus.


quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Libertação: 4 de Dezembro de 2009

Libertação de uma gralha-de-nuca-cinzenta (Corvus monedula)
4 de Dezembro de 2009, 6ª feira
14h00, no Café-Bar "Paraíso", Fernandes (Mértola)

Esta ave foi recolhida em Fernandes, Mértola, por um particular, entregue no Parque Natural do Vale do Guadiana e encaminhada por este para o RIAS. O processo de recuperação consistiu em alimentação de modo a alcançar o peso adequado para a espécie e em treinos de voo.

A ave habita na aldeia de Fernandes, sendo muito querida junto de todos os habitantes que a tinham já baptizado de "Chica". Foi devolvida à Natureza numa acção que contou com cerca de 30 pessoas, incluindo os seus padrinhos.

Antes da libertação propriamente dita, foi realizada uma breve palestra sobre o RIAS e a Gralha-de-nuca-cinzenta.

Esta acção contou com a colaboração do PNVG e dos proprietários do Café-Bar Paraíso.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Libertação: 2 de Dezembro de 2009

Libertação de 7 grifos (Gyps fulvus)
2 de Dezembro de 2009
14h00, Serra de Alcaria Ruiva (Mértola)

Estas aves foram recolhidas por equipas SEPNA da GNR e por Vigilantes da Natureza das áreas protegidas, por se apresentarem debilitadas e desnutridas. Foram encontradas por particulares em Tavira, Loulé, Vilamoura, Faro e no Parque Natural do Vale do Guadiana e encaminhadas pelas referidas entidades para o RIAS. Neste centro, sofreram um processo de recuperação que consistiu em alimentação e hidratação, contacto com aves da mesma espécie e treinos de voo (no túnel de voo deste centro) e encontravam-se agora aptas para ser devolvidas ao seu habitat natural, num local adequado à espécie.


(Fotografias de Vitor Azevedo)

Esta acção contou com a presença de cerca de 15 pessoas, entre colaboradores do RIAS, representantes do Parque Natural da Ria Formosa e do Parque Natural do Vale do Guadiana e equipa de reportagem da TVI (ver reportagem aqui, aos 10:06).
As aves libertadas foram baptizadas de "Moscovo", "Zeca", "Mértola", "Holandês", "Português Porra", "RIAS" e "Galileu".

domingo, 29 de novembro de 2009

1ª Libertação de um animal recuperado no RIAS: 29 de Novembro de 2009

O RIAS tem como principal função receber e proceder ao tratamento de animais selvagens autóctones feridos ou debilitados e, sempre que possível, devolvê-los ao seu habitat natural.

Estes momentos de libertação de animais recuperados são assim o agradável culminar de um processo de recuperação muitas vezes moroso, sendo então momentos privilegiados para contacto com as populações locais, de modo a dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos centros de recuperação de fauna selvagem e também as espécies que ocorrem no nosso país.

Deste modo, o RIAS realizou a 1ª acção de educação ambiental associada ao momento de devolução à Natureza de um animal recuperado neste centro após a concessão da sua gestão à Associação ALDEIA.

Libertação de uma coruja-das-torres (Tyto alba)
29 de Novembro de 2009, Domingo
17h00, Casa do Povo do Concelho de Olhão - Moncarapacho

(Fotografias de Thijs Valkenburg)

Este evento iniciou-se pelas 17h00 com uma breve apresentação do RIAS e de algumas características da Coruja-das-torres (Tyto alba), tendo sido realizada a libertação pelas 17h30. Ambas as acções decorreram na Casa do Povo do Concelho de Olhão, em Moncarapacho, entidade que tem apoiado activamente o RIAS e que colaborou na organização desta actividade. Esta ave foi baptizada de "Povo" pelo Sr. Joaquim Fernandes, presidente da Casa do Povo e convidado a realizar esta libertação.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Campanha de Natal 2009

CERVAS & RIAS
Sob a gestão da Associação ALDEIA
Apresentam:


CAMPANHA DE NATAL 2009

NESTE NATAL… APADRINHE UM ANIMAL!

OFEREÇA UM PRESENTE DIFERENTE!

OFEREÇA O APADRINHAMENTO DE UM ANIMAL SELVAGEM EM RECUPERAÇÃO!

COLABORE COM O CERVAS E COM O RIAS PARTICIPANDO NESTA CAMPANHA OU CONTRIBUINDO PARA A SUA DIVULGAÇÃO.

Esta Campanha de Natal conjunta entre o CERVAS e o RIAS pretende ser um meio de angariação de fundos para a manutenção e gestão dos dois centros, geridos pela Associação ALDEIA desde Abril e Outubro de 2009 respectivamente, em parceria com o ICNB e a ANA – Aeroportos de Portugal. Visa também ser uma forma de divulgação e aproximação da população em geral ao trabalho desenvolvido por estes centros de recuperação de fauna selvagem.

Neste momento, os animais selvagens em recuperação nestes centros, que podem ser apadrinhados, são os seguintes:

Com uma contribuição mínima de 15€ cada:
Mocho-galego (
Athene noctua)
Coruja-do-mato (
Strix aluco)
Coruja-das-torres (
Tyto alba)
Milhafre-preto (
Milvus migrans)
Águia-de-asa-redonda (
Buteo buteo)
Águia-calçada (
Aquila pennata)
Açor (
Accipiter gentilis)
Gavião (
Accipiter nisus)
Peneireiro-vulgar (
Falco tinnunculus)
Águia-cobreira (
Circaetus gallicus)
Gralha-de-nuca-cinzenta (
Corvus monedula)
Gaivota-de-patas-amarelas (
Larus michahellis)
Gaivota-de-asas-escuras (
Larus fuscus)
Gaivota-de-cabeça-preta (
Larus melanocephalus)
Guincho (
Larus ridibundus)
Galeirão (
Fulica atra)

Com uma contribuição mínima de 25€ cada:
Britango (
Neophron percnopterus)
Abutre-preto (
Aegypius monachus)
Peneireiro-cinzento (
Elanus caeruleus)
Bufo-real (
Bubo bubo)
Falcão-abelheiro (
Pernis apivorus)
Garça-vermelha (
Ardea purpurea)
Grifo (
Gyps fulvus)


Nota: os valores indicados referem-se a apadrinhamento individual/particular. Caso pretenda ceder apoios através de uma instituição / empresa, os valores mínimos serão de 250€ para qualquer espécie indicada anteriormente (podendo ser deduzidos no IRS ao abrigo da lei do mecenato ambiental).


Ao apadrinhar um animal terá a possibilidade de assistir à sua libertação (se tal for possível no final do processo de recuperação, e se assim o desejar) e receberá um certificado de apadrinhamento. Poderá solicitar dados e fotos do animal apadrinhado e o seu contacto será inserido na lista de divulgação do CERVAS e do RIAS para que possa obter informações sobre as próximas actividades em que poderá participar, tornando-se, desta forma, um membro activo na dinamização da recuperação de animais selvagens em Portugal. A visita aos centros também será possível quando solicitada atempadamente e adequadamente combinada com os respectivos técnicos e colaboradores.


Modos de pagamento:
- CHEQUE: Em nome de Associação ALDEIA enviado juntamente com a ficha de apadrinhamento para:
ALDEIA/CERVAS. Apartado 126. 6290-909 Gouveia
- TRANSFERÊNCIA*:
NIB: 003503540003190733089 (Caixa Geral de Depósitos de Gouveia)
*Enviar comprovativo de transferência por correio para a morada acima indicada ou por correio electrónico para cervas.pnse@gmail.com

DESCARREGAR A FICHA DE APADRINHAMENTO AQUI.

VER MAIS INFORMAÇÕES EM:

Para qualquer informação adicional contactar:

CERVAS: 962714492 ou cervas.pnse@gmail.com



quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres – 8ª edição


PROGRAMA:

Sexta-feira, 11 de Dezembro

17:00 - Abertura do secretariado e recepção dos participantes (Quinta do Marim - Olhão)
18:00 – Abertura, apresentação do curso e das entidades organizadoras

18:30 – Módulo 1 –
Tertúlia sobre Centros de Recuperação de Animais Silvestres
- Identificação de espécies mais frequentes em centros de recuperação
- Causas de ingresso mais comuns para cada espécie
- Particularidades e características relevantes para os procedimentos de recuperação
- Visualização e discussão de vídeos e sítios na Internet

21:30 – Jantar - Convívio


Sábado, 12 de Dezembro

09:00 - Módulo 2 –
Introdução e Princípios Básicos
- Centros de Recuperação de Fauna Silvestre em Portugal
- Conceitos gerais básicos sobre a Recuperação de Fauna silvestre
- Aspectos relacionados com a Gestão e Funcionamento de um Centro de Recuperação
- Potencialidades e Responsabilidades de um Centro de Recuperação
- Recursos Bibliográficos, Internet e Oportunidades de Formação


11:00 – Intervalo

11:15 – Módulo 3 -
Desenho e Estruturação de Instalações
- Espaços, material e equipamento necessário
- Enriquecimento ambiental
- Pontos críticos

13:00 – Pausa para Almoço

15:00 – Módulo 3 –
Visita guiada às instalações do RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens no Parque Natural da Ria Formosa em Olhão
- Apresentação dos diferentes espaços de trabalho
- Discussão sobre trabalho desenvolvido e potencialidades futuras
- Identificação de pontos críticos

17:00 – Intervalo

17:30 - Módulo 4 –
Manipulação de Animais Silvestres
- Captura, contenção e manuseamento de animais selvagens
- Aspectos relacionados com a Segurança e Protecção de animais e pessoas
- Particularidades relevantes de cada espécie que condicionam as técnicas utilizadas

18:30 – Módulo 5 -
Exame Físico
- Aspectos anatómicos
- Aspectos fisiológicos
- Protocolos e sistematização de procedimentos

19:30 – Discussão e esclarecimentos de dúvidas
20:00 – Fim dos trabalhos


Domingo, 13 de Dezembro

10:00 – Módulos 4 e 5 (cont.) –
Treino de Técnicas de Manipulação e Exame Físico

12:30 – Pausa para Almoço

14:30 – Módulo 6 -
Ligaduras
- Tipos de ligaduras e indicações para diferentes casos clínicos e espécies
- Treino das diferentes técnicas de aplicação de ligaduras
- Problemas e dificuldades mais frequentes

16:30 – Intervalo

17:00 – Módulo 7 –
Fluidoterapia e Administração de Medicamentos e Alimentos
- A importância da avaliação de grau de desidratação e administração de fluidos
- Cálculo de doses
- Técnicas e vias de administração
- Alimentação em função da espécie e caso clínico
- Conceitos e técnicas de disponibilização de alimento
- Riscos e problemas mais frequentes

18:30 – Esclarecimento de dúvidas
19:00 – Encerramento do curso


INFORMAÇÕES:

Preço*:

Até 1 de Dezembro:
Sócios da ALDEIA: 70€
Não sócios: 80€
Após 1 de Dezembro:
Sócios da ALDEIA: 80€
Não sócios: 90€
Nota: Preço para grupos (mínimo 8 pessoas): 65€ / pessoa (inclui inscrição como sócio da ALDEIA e quota 2009)
* Inclui:
- Participação no curso e respectivo certificado
- CD com a documentação

Inscrições – MODO DE PAGAMENTO:
Em caso de desistência no curso não será reembolsado o valor da inscrição
- CHEQUE: Em nome de Associação ALDEIA enviado juntamente com a ficha de inscrição para:
Associação ALDEIA. Bias do Sul, caixa postal 11X. Moncarapacho 8700-067 Olhão.

-
TRANSFERÊNCIA*:
NIB: 003505550004877083028 (Caixa Geral de Depósitos de Olhão)
* Enviar comprovativo de transferência por correio para a morada acima indicada, ou por correio electrónico para rias.aldeia@gmail.com juntamente com esta ficha de inscrição.


CONTACTOS:

RIAS / ALDEIA (Olhão)
Correio electrónico: rias.aldeia@gmail.com
Tel: 927659313

DESCARREGAR A FICHA DE INSCRIÇÃO AQUI

MAIS INFORMAÇÕES: www.aldeia.org

terça-feira, 3 de novembro de 2009

RIAS na imprensa local e nacional - Parte III

(Clicar nas imagens para ampliar)


Postal do Algarve * 22-10-1009





ACÇÃO DE LIMPEZA DA RIA FORMOSA
(24 e 25 Outubro 2009)


Barlavento * 20-10-2009


Reportagem TVI * 24-10-2009
para visualizar clicar aqui


sexta-feira, 23 de outubro de 2009

O RIAS na imprensa local - Parte II

(Clicar nas imagens para ampliar)


O Olhanense * 15.10.2009



Barlavento * 22-10-2009



Jornal do Algarve * 22-10-2009



O Algarve * 22-10-2009

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Sanipina apoia o RIAS


O RIAS agradece à empresa Sanipina Lda. de Lagoa, a oferta de uma máquina lavadora de pressão.

Esta máquina será utilizada diariamente no centro, para limpeza de jaulas e instalações.


Agradecemos a simpatia e boa vontade da Sanipina.

O RIAS na imprensa local - Parte I

(Clicar nas imagens para ampliar)

Jornal 1,2,3 * 30-07-2009



Brisas do Sul *01-09-2009

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Particular oferece pavimento para novas salas do RIAS

O RIAS agradece ao Sr. Joaquim Nunes Correia pela oferta de pavimento cerâmico. O pavimento será utilizado nas novas salas que estão a ser construídas no RIAS: a enfermaria, a sala de necrópsias e o biotério.

Agradecemos também a Joaquim Fernandes e João Serafim pela ajuda no descarregamento das caixas :)



Muito obrigado!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Passagem de testemunho

No passado dia 14 de Outubro de 2009, decorreu a cerimónia oficial de transmissão da gestão do Centro de Recuperação de Animais Selvagens do Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB), IP para a Associação ALDEIA.

Nesta cerimónia estiveram presentes diversas entidades envolvidas no trabalho do centro, entre as quais o ICNB, ANA-Aeroportos de Portugal, Polícia Marítima de Faro, SEPNA-GNR de Faro, Zoomarine, ARH Algarve e Casa do Povo de Moncarapacho, bem como técnicos do Parque Natural da Ria Formosa e da ALDEIA e alguns voluntários do centro.

Após a visita às instalações do centro, procedeu-se à libertação de dois camaleões, de forma a marcar simbólicamente este importante momento para o RIAS.