Mensagens

Atualização em curso

Imagem
Para melhorar as funcionalidades desta página, estamos a reestruturar o seu visual e conteúdos. Pedimos desculpa por eventuais contratempos que possam surgir durante este processo. Porque a nossa prioridade continua a ser o tratamento e reabilitação dos animais ingressados, não podemos prometer que esta atualização seja breve, mas vamos tentar!

Em Outubro recebemos a Maya / Maya just arrived in October

Imagem
Ela é a mais recente voluntária a trabalhar no RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens. Chegou em meados de Outubro e ficará connosco durante um ano, no âmbito do Serviço Voluntário Europeu. Bem-vinda, Maya!
She is the most recent volunteer working in RIAS - Wildlife Rehabilitation and Research Centre. Arrived in mid-October and will stay with us one whole year, on the ambit of the European Voluntary Service. Welcome, Maya!




















MAYA DINAPOLI

Venho de Alghero, uma cidade no norte da Sardenha, em Itália. Tenho apenas 20 anos e, neste momento, sou a voluntária mais jovem a trabalhar no RIAS. Estudei línguas estrangeiras na escola secundária e, após terminar os estudos, trabalhei num aquário situado na minha cidade natal. Voluntariei-me para o RIAS porque queria viajar e crescer fazendo algo útil para a sociedade. No meu tempo-livre sou obcecada com artes marciais, pois sou judoka desde os 6 anos de idade. Espero que o trabalho no RIAS me ensine a derrotar alguns medos (…

Ingressam os primeiros passeriformes invernantes

Imagem
Os primeiros passeriformes invernantes chegaram ao RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens no final de Outubro, tendo ingressado durante a última semana dois tordos-comuns (Turdus philomelos) e um estorninho-malhado (Sturnus vulgaris). Estas aves chegam-nos fragilizadas pela viagem migratória, sendo contudo desconhecida a verdadeira causa de ingresso. Embora não tenha sido possível recuperar duas delas, estando uma já morta aquando da entrega e tendo outra sucumbido durante a primeira noite de internamento, um dos tordos encontra-se actualmente em reabilitação de uma incapacidade de voar devido a um trauma na asa esquerda.


Estes foram apenas três registos, dentre os 38 animais (36 aves, 2 mamíferos) admitidos no RIAS durante a semana passada. Uma semana onde se inclui o caso ditoso de uma coruja-do-mato (Strix aluco) que sobreviveu a uma electrocussão em linha eléctrica, embora com lesões na asa direita. Esta encontra-se em recuperação, tendo-lhe sido untada po…

SÁBADO LIVRE | Devolução à natureza de três guinchos-comuns

Imagem
Quando tomaram conhecimento da devolução à natureza de três guinchos-comuns (Chroicocephalus ridibundus) no SÁBADO LIVRE, a família Guimarães desde logo desejou presenciar o momento. Porém, tinham uma vontade maior de contribuir para que outros animais sejam recuperados com sucesso no RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, e foi assim que a Yamuna e a Maria Flor se tornaram madrinhas destas aves.
















Embora provenientes de distintos locais da costa algarvia (Portimão, Lagoa e Vilamoura), estes três guinchos tiveram um historial clínico idêntico. Ingressaram no RIAS no início de Outubro, afectados por biotoxinas paralisantes. O processo de recuperação foi rápido e consistiu num tratamento inicial de fluído-terapia, seguido de disponibilização de alimento adequado e abundante até terminarem o estágio de voo numa espaçosa câmara exterior.
Um casal de turistas curiosos, que visitava o Centro de Interpretação Ambiental do RIAS, também quis observar o regresso destas av…

RIAS no IV Encontro do Dia Mundial do Veganismo

Imagem
O RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens esteve ontem no IV Encontro do Dia Mundial do Veganismo que se realizou na Associação Recreativa e Cultural de Músicos em Faro.
Para além da divulgação dos principais objectivos, acções e resultados do RIAS junto dos transeuntes que se aproximaram à nossa banca, também oferecemos a palestra "Encontrei um animal ferido... e agora?" na qual foram enumerados pontos importantes para a recolha eficaz e entrega rápida de animais num centro de recuperação.


O nosso agradecimento à Associação Vegana Algarve pelos meios que puseram à nossa disposição, mas sobretudo pelo convite que nos foi endereçado.

RIAS Clipping | Outubro 2018

Imagem
Olhão Tem Alma, Outubro de 2018
Marés: Preia-mar: RIAS
Correio da Manhã, 7 de Outubro de 2018 Raposas, veados e até um lince passam fome na serra de Monchique
Sul Informação, 11 de Outubro de 2018 Quatro projetos algarvios venceram Orçamento Participativo Portugal
Correio da Manhã, 26 de Outubro de 2018 63 aves migratórias salvas numa semana em Olhão
Se tiver conhecimento de outras ocorrências do RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens na comunicação social, por favor informe-nos para rias.aldeia@gmail.com.

Metade dos ingressos na semana passada corresponderam a gaivotas

Imagem
O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) publicou, na passada sexta-feira, um comunicado de interdição de apanha e comercialização de várias espécies de moluscos bivalves no litoral algarvio, de São Vicente a Olhão. O motivo desta interdição prende-se com a presença de elevados níveis de biotoxinas paralisantes que, através da ingestão do bivalve, podem causar intoxicação.

Embora nós, humanos, estejamos conscientes e informados deste perigo, o mesmo não acontece com os outros animais e, por esse motivo provável, cerca de metade dos animais ingressados no RIAS - Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens na semana passada foram gaivotas com um quadro clínico consistente com paresia. Estas gaivotas, algumas delas mortas, encontravam-se magras e desidratadas, e apresentavam sinais clínicos de depressão do estado mental, diarreia, e fraqueza muscular generalizada, normalmente observada na paralisia das patas.




No total, deram entrada 55 animais no RIAS durante a sema…